Hospital Ouro Branco apresenta novo equipamento do laboratório

Analisador automático bioquímico foi adquirido com recurso de emenda do senador Lasier Martins, que visitou a casa de saúde no dia 13 de dezembro

 

Bioquímica Lisiane Loose Belinaso apresentou funcionamento do novo analisador automático bioquímico, utilizado em cerca de 80% dos exames do Laboratório Ouro Branco

O Hospital Ouro Branco (HOB), de Teutônia, recebeu a visita do senador gaúcho Lasier Martins. Ele conheceu as instalações da casa de saúde no dia 13 de dezembro, oportunidade em que também pode conferir in loco o novo analisador automático bioquímico do Laboratório Ouro Branco, adquirido com verba de emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil.

Ele foi recebido pelo presidente da mantenedora Associação Beneficente Ouro Branco (ABOB), Marco Weber; pelo diretor-executivo do HOB, André Lagemann; coordenadores setoriais e funcionários; parceiros; autoridades políticas de Teutônia e municípios vizinhos.

Agilidade e qualidade

O equipamento é o terceiro instalado no Rio Grande do Sul e está em operação no HOB há três meses. Hoje, cerca de 80% dos exames do Laboratório Ouro Branco são realizados no aparelho, com agilidade e suporte em exames de urgência e emergência do Pronto Atendimento. “É um aparelho fundamental para as atividades diárias no laboratório de análises clínicas do hospital”, explicou a bioquímica Lisiane Loose Belinaso.

Lagemann acrescentou que o aparelho também qualifica a realização de exames, com diagnósticos mais precisos. “O recurso destinado pelo senador é de fundamental importância e retorna à comunidade que procura os serviços em saúde do Hospital Ouro Branco.”

Atenção à saúde

Senador conheceu estrutura disponibilizada pelo HOB

O senador elogiou as instalações e organização do HOB, reiterando apoio à saúde. “Cumprimos com nossa obrigação, correspondendo àqueles que nos elegeram para o Senado Federal. Da verba disponível, dedico 80% do montante à saúde do Rio Grande do Sul, valorizando a assistência hospitalar do nosso Estado. Tenho uma enorme admiração pelo trabalho dos hospitais e pelo empenho das pessoas que lidam com saúde”, defendeu Lasier, explicando que a verba parlamentar disponível é de R$ 15,4 milhões ao ano.

Representatividade política

Autoridades políticas e lideranças defenderam recursos para os municípios

Perguntado sobre a mobilização de entidades e municípios em busca desses recursos de emendas parlamentares, o senador defendeu a união e a organização. “Há uma carência enorme de recursos municipais e não podemos contar com o Estado, que está ‘quebrado’. Chegaram ao meu gabinete mais de 320 solicitações este ano, mas não conseguimos atender a todos, beneficiando aproximadamente 40 municípios. As comunidades precisam se unir e cobrar que seus prefeitos, lideranças e diretores de hospital demandem projetos de suas necessidades, por escrito e o mais preciso possível, para os seus representantes em Brasília”, orientou.

Novas demandas

Weber falou do esforço para que o Hospital Ouro Branco siga com suas portas abertas. “Sem recursos, não temos condições de seguir com o atendimento à sociedade, muito menos de investir em infraestrutura e novos equipamentos. Esse apoio é essencial para que possamos atender às demandas da comunidade teutoniense e de municípios vizinhos”, alertou, valorizando o papel da imprensa em divulgar esses investimentos e a real situação da saúde no Vale do Taquari.

Emocionado, pediu, encarecidamente, o apoio de todos. “Valorizamos qualquer centavo em benefício do HOB e mostramos onde são investidos esses recursos”, finalizou, entregando documento com as principais necessidades do hospital. “Leve com carinho as nossas demandas.”

Texto: Leandro Augusto Hamester
Crédito das fotos: Leandro Augusto Hamester